domingo, 16 de junho de 2013

Jéssica e Allan

Meu nome é Jéssica - 21, e ele é Allan - 17.

Bom... nossa história começa quando recebo um convite de amizade no orkut... é, faz um tempinho.. ainda usávamos orkut..


Não era acostumada a aceitar todo mundo que não conhecia... alguns já excluia de cara.. mas, ainda bem que nesse dia não fiz a bobeira de excluir o pedido... Algumas semanas depois, iria ocorrer um evento da igreja, um acampamento no qual jovens de toda a região iriam se reunir no Parque Ecológico de Sertãozinho, interior de São Paulo... era  o Campori de 2011 - em Novembro (acampamento do Clube de Desbravadores). 

Quando aceitei o convite de amizade no orkut, resolvi perguntar se ele iria participar, e ele logo respondeu: "Sim, você também né?"...

Enfim, chegou o tão aguardado acampamento... Eu, ruim de fisionomia, não me lembrava de como ele era... talvez tenha passado por ele várias vezes, porém sem notar que aquele era o garoto que havia "conhecido" semanas antes. 

Segundo ele.. me viu algumas vezes e em uma delas, passamos bem próximo um do outro. Eu estava tirando fotos de alguns murais que estavam expostos os tipos de nós que existe. Estava toda desarrumada, com um chinelo e camiseta com a manga dobrada. Jamais imaginaria que alguém me perceberia nessa situação. Enfim.. ele passou por mim e deu um sorrisinho.. Eu estava com algumas amigas e havia pensado que não seria pra mim, por isso só olhei discretamente.. mas mesmo assim, fiquei imaginando se poderia ser... "Bem que poderia ser" kkk... Essa é minha versão, porém a dele é um pouco diferente, dramática... do jeitinho que me conquistou. Para ele, eu havia o esnobado, e como estava com vergonha não quis se aproximar. 

O Campori terminou, e fomos embora... tudo voltaria a rotina normal.. Entretanto, não foi bem assim que aconteceu.. Já havíamos trocado MSN, e conversado pouco antes do acampamento, porém após o evento, começamos a conversar mais, e cada dia mais... até que logo estávamos conversando todos os dias, por horas... Em nossas conversas relembrávamos o acampamento, e ele dizia exatamente como eu estava vestida em alguns momentos em que me viu.. e eu também lembrava de algumas situações, mas principalmente do nosso "encontro" já exposto.



Os meses foram passando, e começamos a planejar de ir a um curso de líderes do clube de desbravadores que iria ocorrer em Março/2012. Minha expectativa era diferente da dele, pois eu não havia o reconhecido pessoalmente, ou pelo menos não me lembrava com clareza de sua fisionomia. Só me restava então, ficar imaginando como ele seria, como seria sua voz, seu jeito..

O curso estava chegando, e a expectativa aumentando, não sabia se acreditava que ele viria ou não, mas toda vez que pensava na possibilidade de conhece-lo ficava ansiosa, e pensava na vergonha que iria ficar. A data do curso chegou, porém acabou não dando certo dele vir.. 

Agora só teria a possibilidade de conhecê-lo no acampamento (Campori) seguinte, que só iria acontecer em Julho/2012. Já conversávamos a meses, e pensávamos em como poderíamos no conhecer antes do acampamento, porém nunca dava certo, talvez por conta da distância e da timidez.

Não sabia porque, mas já havia me acostumado a conversar com ele, gostava do seu jeito e estava começando a acreditar que estava gostando dele além da amizade.

Ele parecia ser uma pessoa diferente, atencioso, com ele podia conversar sobre tudo. As vezes, quando acontecia algo como algum garoto dando em cima de mim, eu contava para ele, e ele me defendia falando com os garotos, parecia que se importava com isso e aos poucos foi me conquistando. 

Seu único defeito, era ser São Paulino (essa parte ele não vai gostar muito kkk), e eu claro, Corinthiana. Certa vez, São Paulo e Corinthians iriam jogar, um clássico! Para nós, mais ainda.. irritávamos um ao outro, zoávamos e resolvemos fazer uma aposta. Se o time de um dos dois perdesse, além de ser zoado, o que perdeu a aposta teria que colocar uma camiseta, ou aparecer com alguma coisa do time do "adversário" na webcam. É claro que meu time ganhou, e ele teve que pagar a aposta... 

Como nunca havia o visto nem através da webcam, apenas através de fotos, esse momento foi de muita expectativa, vergonha e ansiedade.. Enrolamos muito até termos "coragem" para deixar a vergonha de lado e finalmente ligar a web. Ele pagou a aposta mostrando uma foto do Corinthians pelo celular, porém, não tão perfeito, estava vestindo a camiseta de seu time. Ficamos horas conversando, e como diz minha sobrinha... "me apaixonei por um sorriso".

Alguns meses se passaram e em Março, revelamos que estávamos gostando um do outro... claro com muita enrolação, acredito que enrolamos uns 2 dias para dizer tudo.. 

Os meses se passaram, e o Campori de 2012 - Barretos, chegando. Mais uma vez, a expectativa aumentava, ansiedade, vergonha. Como seria depois de nos conhecermos pessoalmente, a amizade continuaria a mesma, melhoraria ou não?

Nos vimos logo no primeiro dia do acampamento. Nos falamos pouco, ele estava com um amigo, e eu, com vergonha não conseguia nem conversar direito. Mas foi muito bom poder conhecer o menino que já havia me conquistado. O acampamento era de seis dias, e nos vimos em quatro destes para conversarmos. Porém todos os dias nos "esbarrávamos" pelo acampamento, que tinha mais de quinze mil pessoas. Até o penúltimo dia não havia acontecido nada, além de conversarmos. Até que no dia 28 de julho, nos vimos a noite, e ficamos andando.. andando.. andando... até que deu o horário de irmos para as barracas dormir, e aconteceu nosso primeiro beijo... no último minuto, quando já acreditava que não aconteceria mais nada.. Seria praticamente a última chance dele ocorrer. Andamos mais um pouco (fugindo das pessoas que cuidavam do acampamento, "brincando de Pac Man" segundo ele kk). Ele me levou até a área do meu acampamento, se despediu com um beijinho e fomos dormir.



No dia seguinte não nos vimos.. na semana seguinte também não conversamos direito.. E eu já estava convicta que não aconteceria mais nada além, pois ele não entrava no MSN, por isso não estávamos conversando.. isso para mim, que sou em algumas vezes, negativista, era um sinal de que talvez nem a amizade continuaria a mesma. Mas... alguns dias depois, ele justificou que a net estava com problemas e voltamos a conversar normalmente, as pessoas que já nos zoavam, começaram a fazer em dobro. Antes mesmo do acampamento, uma amiga, já postava coisas no face mandando "diretas" de que iriamos namorar, e me deixava totalmente sem jeito. Enfim, todo mundo zoando...

Foi até que em 11 de Agosto, ele disse que iria fazer uma pergunta pela webcam. Meu coração disparou, não sabia se a pergunta seria em relação a alguma coisa que aconteceu no acampamento ou não... Depois de muitaaaa enrolação, ligamos a web, e ele mostrou o pedido através da tela de seu celular: "Quer namorar comigo?" Fiquei nervosa, enrolei... pensei.. pensei.. Mas.. pra que pensei tanto se meu coração teimoso não queria nem saber? Era ele quem estava mandando.. Nem eu sei, mas a intenção era fazer suspense, já que a razão já tinha dado xauzinho.. e eu resolvi aceitar o pedido.

Além da distância de 208 km, três horas de viagem de ônibus, temos ainda a diferença da idade, 04 anos, na época em que começamos a conversar eu tinha 20 e ele 16 anos. Porém, quem conhece as razões do coração?

Já estamos juntos a quase 10 meses, e em Junho irá fazer 01 ano e 07 meses que nos falamos. Nos vemos todo mês com algumas dificuldades, mas nenhuma delas impede que o sentimento e o desejo de estar juntos continue a crescer..

Esse é um resumo de nossa história... "Resumo", ficou enorme.. kkk


Um comentário:

  1. Olá!!!, Deus seja contigo,amei o seu blog e post maravilhoso, estou te seguindo. CONVIDANDO VOCÊ PARA UM SORTEIO NO MEU BLOG, DE 1000 SEGUIDORES ERA A MINHA META COM 1000 SEGUIDORES EU FAZIA UM SORTEIO, E AGRADEÇO A DEUS E A VOCÊ QUE MIM SEGUE E AQUELES QUE VÃO MIM SEGUIR.
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir